07 de Fevereiro de 2020, atualizado ás 16:02

Preço da carne registra queda e ajuda inflação



Por: | Economia

Compartilhar:
         

Preço da carne registra queda e ajuda inflação e economia brasileira.

O preço do carne apresentou uma queda no mês em janeiro, contribuindo com a chegada do Carnaval nas próximas semanas.

Segundo dados divulgados IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) mostrou que com essa queda, a inflação ficou em 0,21% em janeiro.

Em dezembro, o preço da carne chegou a um aumento de 17,7% no final de 2019, o que gerou revolta e uma mudança no cardápio dos brasileiros.

Esses dados foram comemorados pelos economistas, pois essa é a menor taxa de inflação desde início do Plano Real, em julho de 1994.

Em dezembro, época em quem as pessoas mais consomem carne no Brasil, a inflação ficou na casa de 1,15%, acima da meta para o ano de 2019.

Preço da carne ajudou na inflação

Preço da carne registra queda e ajuda inflação – Foto: Internet

A queda no preço das carnes influenciou a desaceleração na inflação do grupo alimentação e bebidas, cuja taxa recuou de 3,38% em dezembro para 0,39% em janeiro.

Entre os grupos de despesa, houve contribuição negativa também de saúde e cuidados pessoais.

Assim, os número mostra que a taxa passou de 0,42% para -0,32%, principalmente por conta produtos para pele (-6,51%) e dos perfumes (-4,66%).

Essa queda chega em um ótimo momento no Brasil, pois dentro de algumas semanas é Carnaval.

Ou seja, na festa muitas pessoas acabam consumindo carne em grande quantidade.

Essa queda no preço já tinha sido anunciado por especialistas em 2019.

Isso por que, eles alegam que a alta foi devido a entre safra do boi e um aumento das exportações para a China.

Mas, com a virada do ano, o valor da carne voltaria aos patamares considerados ideias, influenciando na inflação brasileira.

Quer saber mais detalhes sobre economia ou finanças? O Portal Economizando traz todos os detalhes para você.




Raquel Luciano

  

0 Comentários