19 de Dezembro de 2019, atualizado ás 18:12

Bancos poderão cobrar pelo limite de crédito no cheque especial em 2020



Por: | Finanças

Compartilhar:
         

O Banco Central anunciou nesta quinta-feira (19) que os bancos vão poder cobrar pelo limite de crédito em 2020, no segmento do cheque especial.

Com a notícia, essa cobrança pode ficar até 8% ao mês, chegando ao limite de 150% ao ano.

Mas como essa cobrança vai funcionar?

Quem tiver limite de cheque especial até R$ 500 não será cobrado pela nova taxa. Acima dessa quantia, o cliente pagará até 0,25% sobre o valor que exceder o máximo de R$ 500.

Segundo o Banco Central, essa cobrança só é autorizada uma vez por mês, e em torno de 19 milhões de brasileiros que tem acesso ao limite do cheque especial ficarão livres dessas taxas em virtude do valor máximo ser de R$ 500.

Portanto, a cobrança para o uso do limite do cheque especial começa a valer no próximo dia 06 de janeiro de 2020 para os novos clientes. Já quem faz uso desse benefícios bancário, a cobrança só começará a valer em 1º de junho de 2020.

O que dizem os bancos sobre pelo limite do cheque especial?

Segundo a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) ao site G1, o órgão disse que os bancos tem a função de informar aos clientes sobre a cobrança da nova taxa do cheque especial, e que isso deve ser feita de forma individual, de acordo com o tipo de conta.

Assim, os bancos precisa “comunicar de forma eficiente, fornecendo informações que sejam úteis, em linguagem simples, acessível e em tempo hábil para permitir ao consumidor tomar decisões melhores, informadas, conscientes e embasadas”.

Ou seja, a cobrança desta taxa tem como intuito fazer com que os custos do cheque especial caiam em 2020, desestimulando o uso devido as altas taxas que já estão inclusas no momento da abertura das contas.




Raquel Luciano

  

0 Comentários